25
nov
10

Orquestra de Violeiros de Americana abre show de Renato Teixeira no Café Caipira

Por Roberto – Sectur

A Orquestra de Violeiros de Americana, em sua primeira apresentação pública, abre o show de Renato Teixeira, no projeto da Secretaria de Cultura e turismo, “Café Caipira”, neste domingo, (28/11), a partir das 9h, na Casa de Cultura Hermann Muller Carioba. A entrada é franca. Patrocínio do Conpacel, Consórcio Paulista de Papel e Celulose.

O cantor e compositor paulista Renato Teixeira nasceu em Santos e passou a infância em Ubatuba, onde a música já fazia parte do seu dia a dia. A história de Renato Teixeira teve início no fim dos anos 1960, quando uma fita com uma de suas músicas chegou às mãos de um grande promotor de novos artistas. Walter Silva foi o responsável pela entrada de Renato no Festival da Record de 1967.

Daí em diante, Renato não parou mais. Parcerias foram construídas. Com Almir Sater gravou alguns de seus maiores sucessos, como “Um violeiro toca” e “Tocando em frente”. “A parceria com Almir Sater é um grande momento na minha história. Juntos compomos alguns sucessos que são fundamentais para a sustentação das nossas carreiras”, lembrou o cantor.

Renato destaca ainda a aproximação com a dupla Pena Branca e Xavantinho. “Outra parceria importante foi com a dupla Pena Branca e Xavantinho. Nosso encontro foi em Aparecida do Norte no início dos anos oitenta e, juntos gravamos o disco “Ao Vivo em Tatuí”, que se transformou num marco no gênero. Aprendi muito com esses dois companheiros, verdadeiros representantes da cultura caipira”, afirmou o compositor.

Segundo Renato seu projeto de vida é dar continuidade ao sonho de divulgar e difundir cada vez mais o espírito do caipirismo. “Não pela repetição das velhas formas e sim pelo potencial que esse Universo cultural oferece para que, como sempre, a música brasileira avance em direção ao futuro, coerente com a evolução, naturalmente moderna”, disse o cantor que já se apresentou em Americana no Teatro Municipal e no Teatro Elis Regina.

Ele é autor de conhecidas canções, como “Romaria”, “Dadá Maria” e “Frete”, tema de abertura do seriado “Carga Pesada”, além de “Amanheceu”, entre outros. Em relação a “Romaria”, Renato admite, “foi um grande sucesso que mudou minha carreira e criou um grande espaço para que a música do interior paulista invadisse o mercado”. Em 1990 apresentou o programa Tom Brasileiro na Rede Record, onde além de cantar, apresentava artistas que valorizavam a música nacional. Recentemente, Renato Teixeira compôs a música “Rapaz caipira”, como crítica à atual música sertaneja de consumo, fazendo renascer a expressão música caipira. É um defensor aberto da música de raiz, caipira. Mesma proposta do projeto “Café Caipira” de Americana.

Orquestra de Violeiros de Americana

Nascido em Americana, o regente da Orquestra de Violeiros de Americana, Bruno Paparoti começou a tocar viola ainda criança aos 8 anos de idade influenciado pelo pai e pelo tio que formam a dupla Guaira e Guaiba. Vindo de uma família de músicos logo foi aprendendo os primeiros acordes com o seu pai que foi seu primeiro mestre.

Com 13 anos passou a freqüentar aulas de Viola Caipira e mais tarde Violão. Teve como influência grandes violeiros como Tião Carreiro, Almir Sater, Renato Andrade, Roberto Corrêa, Braz da Viola, João Mulato e Tião do Carro.

Aos 15 anos se apresentou no programa Viola Minha Viola apresentado por Inezita Barrozo no ano de 1998 onde teve a honra de tocar ao lado do Regional do Robertinho do Acordeom. Assim deu início a sua carreira profissional fazendo várias apresentações pela região e atuando como músico de estúdio em CD de vários cantores.

Em Maio de 2003 atuou como músico da dupla Milionário e José Rico como violonista e também tocando Viola. Compôs várias canções sendo uma delas premiada com o primeiro lugar no Troféu Tangará, festival da música sertaneja raiz, realizado na cidade de Campo Bom-RS, a música foi composta em parceria com Flávio Ramos e traz o título de ”A Cidade é meu Sertão”, além de ter outras composições gravadas por cantores sertanejos.

Trabalha com aulas particulares de Viola Caipira e Violão ha 10 anos, além de arranjos em estúdio. Hoje é Maestro da Orquestra de Violeiros de Americana.

A Orquestra de Violeiros de Americana começou a ensaiar em junho de 2010. Os ensaios acontecem às quintas, às 19:30h, no auditório do CCL. Ainda tem vagas para músicos que já saibam tocar viola. Para ingressar na orquestra já tem que saber tocar o instrumento. Para quem não sabe e quer aprender, tem o curso toda terça-feira no auditório do CCL, às 19:30h. As aulas são dadas pelo Maestro da Orquestra, Bruno Paparoti. A Orquestra conta atualmente com 24 músicos.

A orquestra tem por objetivo resgatar a música sertaneja raiz, valorizar a viola caipira, cantar os grandes clássicos sertanejos destcando o estilo, levar o nome da cidade por onde for se apresentar. A orquestra toca domingo clássicos sertanejos como Chico Mineiro, Cabocla Tereza, Franguinho na Panela, Menino da Porteira, Meu Reino Encantado e muito mais.



Trailer do doc. “Nós Vamos Continuar Falando de Música”

Movimento “Salve o Casarão!”

Participe!

+ Disco1

Twitter

PARCEIROS E AMIGOS

CONTATO

(19) 3601.7447

(19) 9277.1432