27
fev
13

Studio Agni organiza turnê de Hossam e Serena Ramzy no Brasil

O Studio Agni – Núcleo de Dança especializado em dança-do-ventre, após já trazer duas vezes os cursos, palestras, workshops e apresentações de dois dos maiores nomes da dança e música árabe para Americana, está fazendo o projeto crescer ainda mais.

Agora, todo esse universo que gira em torno do casal Ramzy irá percorrer o Brasil no meio deste ano numa turnê única e inesquecível.

Quem estiver interessado em levar o Curso de Imersão para dançarinas profissionais para sua cidade, deve acessar o site do  Studio Agni, clicando aqui, e lá obter as informações e entrar em contato direto com o Studio para viabilizar a parceria.

Enquanto isso, veja as imagens do Curso que aconteceu em 2012 organizado pelo Studio:

11
maio
12

Musicista Poliana Coelho realiza workshop e show de percussão na Estação Cultural

O show gratuito terá a participação do músico Fernando Hashimodo, da Unicamp e percussionistas da Unesp e UFBA

 

A musicista baiana Poliana Coelho realiza na próxima sexta-feira, 18 de maio, o workshop de percussão na Estação Cultural de Santa Bárbara d´Oeste, a partir das 16h. São 50 vagas para pessoas com mais de 10 anos de idade. Depois do workshop, a musicista fará um show gratuito, às 20h, com a participação do professor de percussão da Unicamp Fernando Hashimodo e percussionistas da Unesp e UFBA – Universidade Federal da Bahia.

No workshop serão realizados exercícios práticos, vocais e rítmicos, além da observação e o manuseio de instrumentos musicais percussivos. Os participantes também desenvolverão atividades sobre a percussão brasileira, os principais ritmos, as origens dos instrumentos e as técnicas de cada um, com um repertório que abrange samba, frevo, maracatu, funk e outros.

Show

Segundo a musicista baiana, o show terá um repertório dinâmico, com o uso de instrumentos populares e contemporâneos com timbres variados. “Teremos desde as palmas, batimento de pés até apitos, tambores, talheres de mesas, sacolas plásticas e muitos outros”. O show contará com a participação do professor de percussão da Unicamp Fernando Hashimodo, que é fundador e diretor do Grupo de Percussão da Universidade e desenvolve pesquisas sobre o repertório brasileiro para percussão. Hashimodo fez parte da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas por 14 anos, além de já ter se apresentado em diversos países da América e Europa com orquestras e como solista em festivais internacionais. Os alunos de percussão Aquim Sacramento, da Unesp, e Francis Sttrapa, da Universidade Federal da Bahia, também são músicos convidados do show.

“Vamos apresentar o mundo percussivo para os espectadores, além das possibilidades de timbres que podem ser extraídos de vários objetos que produzem os mais variados tipos de som. O objetivo é mesmo viabilizar o acesso dos participantes aos instrumentos percussivos mais executados na música do nosso país”, explicou Poliana.

Poliana Coelho, natural de Vitória da Conquista, na Bahia, foi a primeira mulher a se formar no curso de Instrumento/ Percussão na Universidade Federal da Bahia, onde atua até hoje no “Núcleo de Percussão da UFBA”  e na Orquestra Sinfônica da Universidade. Poliana integra também a Orquestra Sinfônica da Bahia e dá aulas de música em escolas de Salvador.

 

Ritmos do Brasil

Os eventos fazem parte do projeto “Ritmos do Brasil”, cujo objetivo é desenvolver a inteligência musical de cada um, através do reconhecimento da diversidade rítmica da música popular brasileira e da variedade de instrumentos percussivos existentes no país.

O workshop e o show são gratuitos e serão realizados na Estação Cultural, que fica na Avenida Tiradentes, número 2, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste. Não é preciso fazer inscrição prévia para os eventos. Os interessados em participar do workshop poderão levar os próprios instrumentos.

27
mar
12

Depois de tanta expectativa, o Teatro Mágico chega a Americana

 

Tarda, mas não falha! Depois da expectativa gerada em torno do show da trupe programado para outubro do ano passado na cidade de Americana que precisou ser adiado, os “caras-pintadas” do Teatro Mágico chegam até a cidade para apresentar o seu novo show, baseado no seu 3º e mais novo álbum: “A Sociedade do Espetáculo”.

A trupe, que se apresentará no dia 20 de abril de 2012 às 20:00 no Teatro de Arena “Elis Regina”, chega com o novo show para completar a trilogia da Cia musical O Teatro Mágico. Há mais de 8 anos na estrada, a trupe se consolidou como principal fenômeno da internet no Brasil, obtendo mais de 6 milhões de downloads oficiais na rede, milhões de views no YouTube, centenas de seguidores e fãs em redes sociais, além de aparições importantes em programas da mídia tradicional. Este novo trabalho representa o amadurecimento musical da banda no último período, que compreende o lança­mento do “Segundo Ato” (2008) e agora. Com o grande diferencial da produção de Daniel Santiago, integrante da banda e parceiro de Hamilton de Hollanda, músicos entre os principais expoentes da música instrumental contemporânea brasileira. Com o confronto de idéias no estúdio, o TM agora se propõe fazer um pop moderno, sofisticado e fundamentalmente brasileiro.

As músicas que continuam acessíveis ao público, o que resguarda a essência do projeto, mas agora OTM se apresenta bebendo desde Milton e clube da esquina, até a guarania gaúcha. Sem dúvida al­guma, “A Sociedade do Espetáculo” tem seu diferencial na inovação estética musical, capaz de reunir elementos da música internacional com uma forte brasilidade, fazendo assim, uma fusão de ritmos.

 

Influência filosófica

O álbum também se intitula com o nome do livro de Guy Debord “A Sociedade do Espetáculo”. A obra ainda atual do filósofo francês versa sobre a imagem enquanto elemento organizador da sociedade do consumo, transformando a realidade em ficção e a ficção em realidade. Oconteúdo das melodias e letras trará o questionamento do mundo em que vivemos hoje, como em “Amanhã…será?”, inspirada nas revoluções que aconteceram no Oriente Médio, organizadas pela Internet, e “O mundo não vale o mundo meu bem”, com uma pegada Drumondiana. Assim como no álbum anterior, a trupe chega na cidade e discute o seu cotidiano político/cultural, sem esquecer também do lado senti­mental, como foi no primeiro CD (Entrada para Raros, 2003), álbum este que resgata um humanismo individual e coletivo, provocando uma catarse com o forte tom de positivista que só sabe quem já esteve em um show de O Teatro Mágico.

 

Divulgação

Que o Teatro Mágico ficou altamente reconhecido através de seu grande trabalho de divulgação pela internet, isso todo mundo sabe. Com o show de Americana, as coisas não devem ser tão diferentes. “Vamos sim utilizar mídias de massa, distribuir flyers, colar cartazes, mas sabemos que o nosso público-alvo primário está na internet, nas redes sociais, e vamos aproveitar isso ao máximo” – afirmou Denis Carvalho, produtor local do evento. “Criamos já o evento no Facebook que, em menos de 5 dias, já haviam cerca de 400 confirmações de presença, sem fazer alardes ainda. Imagina quando começarem sorteios e promoções!” – completa.

A grande maioria das ações será concentrada no evento do Facebook, que serve também de contato direto com os fãs que querem saber mais sobre o show, e que conta também com links para outras publicações de parceiros, de promoções, sorteios e da própria banda. Você pode acessar o evento no Facebook através do link: http://www.facebook.com/events/284960544906788/

 

Serviço

O Teatro Mágico: “A Sociedade do Espetáculo”

Data: 20 de abril de 2012

Horário: 20:00h

Local: Teatro de Arena “Elis Regina” – Americana/SP

Endereço: Rua Sergipe, nº 80 – Jardim Colina

Telefone: (19) 3462.7395

Mais informações, clique aqui.

25
mar
12

Exposição “De Peito Aberto” aberta dia 22/03 no CUCA

14
mar
12

Almir Sater abre o Café Caipira 2012

Por Roberto – Sectur

O cantor e compositor Almir Sater abre a temporada 2012 do projeto da Secretaria de Cultura e Turismo de Americana, “Café Caipira”, no dia 25 de março, a partir das 9h, nas imediações da Casa de Cultura Hermann Muller Carioba. A entrada é franca.

Almir Sater é um exímio violeiro, compositor, cantor e instrumentista, nascido em Campo Grande, MS ,e,que desde os 12 anos já tocava viola e gostava do mato e sons da natureza. Aos vinte anos mudou-se para o Rio de Janeiro para estudar Direito, mas desistiu, tornando-se músico. Retornou à Campo Grande onde formou a dupla Lupe e Lampião com um amigo, adotando Lupe como nome artístico.

Em 1979, já em São Paulo, iniciou um trabalho com sua conterrânea Tetê Espíndola, acompanhando também a cantora Diana Pequeno. Nessa época gravou seu primeiro disco com as participações de Tetê, Alzira e Paulo Simões. Fez parte da geração Prata da Casa, no início dos anos 80, sendo uma das principais atrações do movimento que juntou os maiores expoentes da música sul-mato-grossense.

Seu estilo caracterizava-se pelo experimentalismo e sua música descrita como folk , agregava uma sonoridade tipicamente caipira da viola de 10 cordas. Ele juntou o folk norte-americano com influências das culturas fronteiriças do seu Estado, como a música paraguaia e andina; e o resultado é único, ao mesmo tempo refletindo traços populares e eruditos.

Com 30 anos de carreira e 10 discos solos gravados, sua trajetória musical sempre foi marcada por grandes feitos: Em 1986, juntamente com o parceiro Paulo Simões, o maestro e violinista Zé Gomes, o jornalista, crítico e pesquisador Zuza Homem de Mello e o fotógrafo Raimundo Alves Filho, formaram uma comitiva que explorou o Pantanal, realizando registros fotográficos, pesquisando o modo de vida dos pantaneiros , da qual resultou um documentário co-produzido por Almir e Paulo Simões.

Em 1988 foi escolhido por unaminidade pela crítica para participar da abertura do Free Jazz Festival em 1989 ao lado de nomes sagrados da música mundial. Nos anos 90, Almir também ganhou dois prêmios Sharp, com as canções: “Moura” (instrumental) e “Tocando em Frente”. Também obteve grande destaque como ator nas novelas:”Pantanal”(1990), ”Ana Raio e Zé Trovão” (1991), ”O Rei do Gado” (1996) e ”Bicho do Mato” (2006).

Mairiporã Promoções Artísticas Ltda
Clodoaldo de Moraes
Fone: (11) 3221-0727 3221-4017 3337-7309 9601-3653 7746-2323 ID 11*87009

08
mar
12

Beethoven e Pixinguinha estão no concerto com Banda Sinfônica da PM

Por Roberto – Sectur

 

A Banda Sinfônica da Polícia Militar do Estado de São Paulo faz um concerto neste sábado, (10/3), no anfiteatro do Colégio Objetivo, em Americana, às 19h30. No repertório Ed Huckeby, Beethoven, Pixinguinha, Jota Quest, tributo a Michael Jackson e Ed Motta. A regência é do maestro Major PM Renato Maximiano da Silva. O apoio é da Secretaria de Cultura e Turismo de Americana.

Criado em 7 de Dezembro de 1857, o Corpo Musical teve seu início contando com 17 soldados e um sargento mestre. No seu passado marcante, tinha como função a missão de levar entretenimento às Praças aquarteladas.

Ao longo dos anos, a Banda deixa de entreter apenas a tropa para se integrar à comunidade do Estado. Atualmente o corpo musical da PM é composta por Banda Sinfônica, Jazz Band, Camerata (Grupo de Cordas), Coral Masculino e Seções de Banda.

O corpo musical vem divulgando a cultura nos mais diversos setores da sociedade, abrilhantando eventos cívico-militares, realizando concertos, apresentações as mais diversas tanto para o público interno (aniversário de batalhões, entrega de medalhas, etc.) quanto para o publico externo como, por exemplo, em hospitais , casas de repouso , orfanatos, etc.

Os ingressos para o concerto podem ser trocados por uma cesta básica na portaria do CCL, Centro de Cultura e Lazer e Batalhão da PM, na Praça Comendador Muller até sábado.

Serviço:

Concerto da Banda Sinfônica da Polícia Militar do Estado de São Paulo

Local : Anfiteatro do Colégio Objetivo – Av. Saúde, 833 – Wener Plass

Dia 10 de março, às 19h30

Entrada: uma cesta básica (cada cesta vale dois ingressos)

Batalhão da PM de Americana – Praça Comendador Muller

CCL – Centro de Cultura e Lazer – Rua das Palmeiras, n 8, tel 3408-8010

07
jun
11

[NCNTO] Coqueteleira: Música e Ofício no dia 09/06